Benefícios e Riscos – Aplicação de Stent

Benefícios

A aplicação de Stent, como a angioplastia, é uma alternativa minimamente invasiva à Cirurgia de Revascularização do Miocárdio (CRM). Por causa disso, ela oferece menores riscos de complicações do que a CRM. Tipicamente, os pacientes são capazes de deixarem o hospital no dia seguinte – uma recuperação muito mais curta do que após a CRM. Após a aplicação de um stent, as pessoas geralmente podem rapidamente retornar às suas atividades normais. Além disso, com a aplicação de stent:

  • Você não precisa de uma cirurgia maior
  • A maioria dos pacientes não precisa de anestesia geral
  • Complicações maiores são incomuns

Riscos

Embora as complicações maiores sejam incomuns, a aplicação de stent carrega todos os riscos da angioplastia para o tratamento da doença arterial coronariana. O local da inserção do cateter pode ser infeccionado ou sangrar muito, e provavelmente será ferido. Outras complicações raras incluem ataque cardíaco, AVC, e morte súbita, embora a uma taxa bem mais baixa do que com a CRM.

Mesmo com a aplicação de stent, ainda é possível que a artéria coronária se estreite novamente. Com stents de metal puro, a reestenose (reestreitamento) ocorre em até 15% a 30% dos pacientes (dependendo do stent). Essa porcentagem é muito mais baixa em pacientes que recebem stents com eluição de fármaco. Se houver reestenose, os pacientes podem necessitar de outra angioplastia de balão, procedimento de stent ou cirurgia de revascularização.

Embora já tenha sido comprovado que os stents sejam um tratamento seguro e eficiente, sua implantação pode, em raras ocasiões, resultar naquilo que é conhecido como trombose do stent. A trombose do stent é um coágulo sanguíneo que ocorre após a implantação do stent. Em uma pequena porcentagem de pacientes que recebem stents, as células sanguíneas podem tornar-se pegajosas e acumularem-se, formando uma pequena massa – ou coágulo. Quando um coágulo sanguíneo se forma, ele pode bloquear o livre fluxo do sangue por uma artéria, e pode causar um ataque cardíaco ou mesmo a morte. A trombose do stent pode ocorrer em pacientes com stents de metal puro ou de eluição de fármaco. Os cientistas estão presentemente investigando se existe maior risco de trombose de stent com certos stents de eluição de fármaco.

O mais importante que você pode fazer é seguir as recomendações do seu cardiologista, tomando medicações anti-coágulos, também conhecidas como terapias antiplaquetárias duplas (aspirina com clopidogrel ou ticlopidina). É muito importante não parar de tomar esses medicamentos antes que o seu cardiologista lhe diga para fazer isso.

A orientação médica não pode ser substituída pelas informações contidas neste site. Sempre converse com o seu médico sobre diagnóstico e opções de tratamento.

Section Navigation

Additional information

Brasil