A História de Gary

Gary estava trabalhando como pintor em 2005. Uma tarde ao levantar dois baldes de 18 litros de tinta, ele ouviu um estalo.

Uma ressonância magnética mostrou dois discos salientes e um deslocado em L2-3, L3-4 e L4-5. A dor de Gary originou-se na parte inferior de suas costas, irradiou-se para suas pernas e causava entorpecimento nos seus pés. Ele ficou incapacitado de trabalhar.

Nenhum Alívio em Vista

O clínico geral de Gary indicou-lhe três cirurgiões especializados em coluna. Todos concordavam que uma fusão pudesse resolver o ferimento, mas nenhum deles executaria o procedimento, pois Gary tinha somente 53 anos.

Um especialista em tratamento de dor foi-lhe indicado, e prescreveu-lhe terapia física e medicamentos. Infelizmente, a terapia física não forneceu alívio, e o medicamento forneceu somente alívio temporário. Gary começou a se preocupar em viciar-se nos medicamentos, e seus efeitos colaterais eram problemáticos.

O Que a Neuroestimulação Pode Fazer

Após exaurir outras opções, o médico especialista em dor de Gary falou-lhe a respeito da neuroestimulação. Ele recomendou um teste de rastreamento para ver se Gary seria um bom candidato para a terapia.

Durante o teste de rastreamento, dois cabos-eletrodos foram colocados na região lombar, e outros dois em L10 e L11. Quando o dispositivo foi ligado, Gary diz que sentiu alívio nas dores pela primeira vez em 2 anos.

Riscos da Neuroestimulação

Gary teve o dispositivo cirurgicamente colocado em janeiro de 2007. Ele não experimentou nenhuma complicação cirúrgica como infecções ou sangramento, embora essas complicações possam ocorrer.

Gary tem consciência de que existem riscos associados a implantações de dispositivos, incluindo erosão de pele, respostas alérgicas, perda de alívio da dor e estimulação da parede torácica, mas até agora ele não sentiu nenhum desses efeitos.

Grandes Melhorias

Física e mentalmente, Gary relata grandes melhorias com a neuroestimulação. Como sua dor está melhor controlada e ele não precisa tomar tantos medicamentos contra a dor, ele verificou que seu pensamento está mais claro, ele não se irrita tanto com sua família e pode dirigir novamente. Ele até está pensando em voltar ao trabalho. Gary compara a sensação da estimulação a uma massagem em suas costas. Ele diz que o dispositivo mantém seu nível de desconforto em 4 na escala de dor.

Para Gary, a neuroestimulação foi uma excelente alternativa à cirurgia das costas neste momento. Ele eliminou o medo da dependência a fármacos, e o dispositivo restaurou em muito sua qualidade de vida.

 

A orientação médica não pode ser substituída pelas informações contidas neste site. Sempre converse com o seu médico sobre diagnóstico e opções de tratamento.

Section Navigation

Additional information

Contact Us

Medtronic Comercial Ltda
Medtronic
Rua Joaquim Floriano, 100 - 7º andar
São Paulo - SP
work 55 11 2182-9200
work 55 11 2182-9240 (fax)

Saiba mais

On the Web

 
Brasil